Antônio Sérgio
Pela fé diante do trono de Deus - Parte I

"Acheguemo-nos, portanto, confiante, junto ao trono da graça, a fim de recebermos misericórdia e acharmos graça para socorro em ocasião oportuna" (Hebreus 4.16).

Trono. Símbolo de soberania e poder no céu e na terra. E quando se trata do trono de Deus, o sentido é pleno, absoluto, ou seja, tudo o que envolve o seu Ser, tais como: a soberania, o poder, a majestade e a santidade! O espantoso é que o Trono está sempre aberto, pois plenamente acessível a todos os filhos de Deus. Temos livre acesso ao Seu trono. Que benção!

Não poderia ser diferente, pois o próprio Deus rasgou o véu do santuário pela morte de seu Filho, abrindo-nos o caminho do reencontro por meio da salvação eterna (João 5.24). Em Mateus lê-se: "E Jesus clamando outra vez com grande voz, entregou o espírito. E eis que o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras." (Mt 27.50,51).

Será que temos consciência do que este ato de Deus em Jesus Cristo realmente significa para Igreja? É por causa dele que precisamos orar sempre: obrigado Senhor por tão grande salvação. O autor aos Hebreus é incisivo quanto ao que Deus espera dos seus filhos, bem como quanto ao modo como devemos nos apresentar diante do Seu trono. Deus almeja que nos coloquemos diante dele pela ORAÇÃO, tal qual seu Filho Amado, Jesus.

Acerca de sua vida de oração, os Evangelhos são ricos em informações. Em Marcos 1.35, lê-se: "E, levantando-se de manhã MUITO CEDO, estando AINDA ESCURO, saiu, e foi para um lugar deserto, E ALI ORAVA". O Apóstolo Paulo exorta de forma incisiva a igreja da Tessalônica: "Orai, sem cessar!" (1 Ts 5.17). Amados, quanto ao modo como devemos nos apresentar diante do Senhor, o texto é claro: com santo TEMOR e OUSADIA! Deus espera que nos apresentemos diante do Seu trono não como mendigos, mas como filhos. Somente filhos podem se apresentar com CONFIANÇA E ESPERANÇA, ou seja, pela FÉ (Salmos 37.1-5; 1.1-4), pois são herdeiros com Cristo de todas as bênçãos celestiais. É assim que temos nos apresentado Diante do nosso Pai?





Publicidade

  • slide1
  • slide2
  • slide3

Vídeos



  • slide1
  • slide1
  • slide3
  • slide4