Colunista Lígia Márcia Arcuri
Para a boca não envelhecer! I PARTE

Recebi um artigo muito interessante de um professor da USP, Dr.Alberto Consolaro, explicando uma pergunta que uma menina lhe fez: O que faço para a boca não envelhecer? Ele começa explicando que usar "Protetor Solar Labial" a cada 2 horas ajuda muito a boca não envelhecer. Mas tem que ser de qualidade comprovada, não vale a manteiga de cacau.

Os raios entram dentro das células do vermelhão do lábio muito mais facilmente do que na pele, que tem uma camada espessa de queratina como uma tinta grossa, enquanto a semimucosa labial tem uma camada muito mais fina. O róseo sedutor e sedoso sem proteção logo fica brancacento, sem limite definidos com a pele e manchado. Os raios alteram o genoma ou manual de funcionamento das células epiteliais de revestimento. O sol acaba com a maciez do lábio, o colágeno fica quebradiço, com isso a boca não vai demorar a envelhecer.



Ele fala também que o mal do século é a "Ansiedade". O estresse associa-se a uma oclusão (como os do dentes se tocam) inadequada promove "Bruxismo" (ranger dos dentes), e "Apertamento Dentário" (oclusão dos dentes com forças superdimensionadas mesmo durante dia). O atrito exagerado entre os dentes promove um desgaste e alisamento das faces dos dentes posteriores e anteriores formando ângulos retos nos cantos dos dentes, que normalmente são arredondados. Uma linha amarelada de dentina (2°camada do dente) entre as duas faces do esmalte aparecerá. É atrição...Os dentes já ficam com um aspecto mais envelhecidos.

A boca também perderá com o tempo a sua dimensão vertical, ficando os dentes menores e a face fica mais envelhecida. O tratamento se faz usando uma placa de mordida para dormir e deixando a pessoa mais relaxada e preservando os dentes. Portanto vai um bom conselho: relaxe e tire os estresse da sua vida.





Publicidade

  • slide1
  • slide2
  • slide3

Vídeos



  • slide1
  • slide1
  • slide3
  • slide4