Ten-Coronel Gilmar Pereira

O Ten/Cel Gilmar Carvalho foi comandante do 19º Batalhão da Policia Militar em Jequié implantado o sistema Olhos de Gavião e implantou o policiamento comunitário em alguns bairros de Jequié, ele manteve um ótimo relacionamento com a comunidade.É um grande militar, a cidade de Vitória da conquista está de parabéns em ter um grande homem, a frente do 9º Batalhão da Polícia militar com sede em Vitória da Conquista.

Norma Eliete -Qual a importância da realização do Fórum da Paz?
GP- Nos tempos atuais, falar do tema da paz coletiva não se tornou apenas uma opção para discussão temática sobre qualquer assunto, tornou-se uma necessidade "sine qua non" para aqueles que querem,de fato, alcançar esse direito, notadamente nos espaços em que os conglomerados urbanos têm sido solapados por cotidianos fenômenos de criminalidade violenta.

NE- Pelo que se percebe em seus atos à frente do Batalhão, o senhor acredita que é possível diminuir a violência urbana, ocupando mais os jovens em áreas como a educação, por exemplo?  
GP  Sim. Se o jovem tem sido o principal protagonista dos cenários de violência urbana, ora como vítima ora como autor, muito producente seria comprometê-lo, de forma ética, a vivenciar as experiências que ele próprio fomenta nos espaços educacionais enquanto educador e co-partícipe da construção da cidadania

NE - Na sua opinião o que seria ideal as famílias fazerem em prol da segurança pública? 
GP –03. Estimular seus jovens e adolescentes na construção de uma cultura da paz, a partir do exemplo ético de vida demonstrado pelos pais e responsáveis pela educação dos filhos.

 NE - Partindo desse seu principio, o que o senhor acha que a sociedade pode fazer, independente das ações dos governos?
GP- Atuar a base da mobilização popular em prol da construção coletiva de uma cultura da paz através de espaços públicos de educação à cidadania.

NE -Na prática, o senhor tem um modelo a ser seguido?
 GP –Sim. A vida de Jesus Cristo descrita na Bíblia Sagrada. Este é o meu referencial, meu norte.

NE - Deixe sua mensagem final...
GP -  Um complicado e difícil momento na segurança pública é o que temos vivido. Acredito que precisamos criar mais espaços e fóruns de discussão com produção mais imediata de ações claras, a partir da participação e mobilização social, visando ao esclarecimento, a sensibilização, ao inconformismo com o status quo, e a exigência de responsabilização tanto do poder público quanto da sociedade civil organizada para com as transformações requeridas socialmente.



Publicidade

  • slide1
  • slide2
  • slide3

Vídeos



  • slide1
  • slide1
  • slide3
  • slide4